Quarta-feira, 15 de Junho de 2005

A Paixão - Eugenio de Andrade


 

A Paixão

Levanto a custo os olhos da página;
ardem;
ardem cegos de tanta neve.
Faz dó esta paixão pelo silêncio,
pelo sussurro do silêncio,
pelo ardor
do silêncio que só os dedos adivinham.
Cegos, também



Donde vêm?
Donde vêm?
De que rosto, de que estrela?


Apenas uma arde no vento.
As outras, fico a ouvi-las
escorrer da pedra.


Apenas uma em silêncio brilha.
As outras mordem
um coração de homem.


Só prometido à terra.




in Poesia e prosa, O Jornal/Limiar, Lisboa, 1990.

publicado por marce às 20:36
link do post | comentar | favorito
|

ADEUS - Eugénio de Andrade

                 Adeus

Já gastámos as palavras pela rua, meu amor,
e o que nos ficou não chega
para afastar o frio de quatro paredes.
Gastámos tudo menos o silêncio.
Gastámos os olhos com o sal das lágrimas,
gastámos as mãos à força de as apertarmos,
gastámos o relógio e as pedras das esquinas
em esperas inúteis.

Meto as mãos nas algibeiras e não encontro nada.
Antigamente tínhamos tanto para dar um ao outro;
era como se todas as coisas fossem minhas:
quanto mais te dava mais tinha para te dar.
Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes.
E eu acreditava.
Acreditava,
porque ao teu lado
todas as coisas eram possíveis.

Mas isso era no tempo dos segredos,
era no tempo em que o teu corpo era um aquário,
era no tempo em que os meus olhos
eram realmente peixes verdes.
Hoje são apenas os meus olhos.
É pouco mas é verdade,
uns olhos como todos os outros.

Já gastámos as palavras.
Quando agora digo: meu amor,
já não se passa absolutamente nada.
E no entanto, antes das palavras gastas,
tenho a certeza
de que todas as coisas estremeciam
só de murmurar o teu nome
no silêncio do meu coração.

Não temos já nada para dar.
Dentro de ti
não há nada que me peça água.
O passado é inútil como um trapo.
E já te disse: as palavras estão gastas.

Adeus.

                         Eugénio de Andrade

publicado por marce às 20:13
link do post | comentar | favorito
|

.Meu Perfil

 

Nome: Maricelper
Idade: heheh! Bem crescidinha...
Gosto de: Saborear as coisas boas da vida
Vivo: em Lisboa, Portugal
Objectivo deste BOLG: Escrever sobre as "coisas da vida"

 

 

 

 

 

 

 
 
Escreva-me!

bichos.bmp

 

 

 


referer referrer referers referrers http_referer

 

Outros Blogs

 

 

Sítios que Visito:

 

 

:: Alma(da) Nossa Terra

 

:: Alma de Poeta

 

:: Atrium

 

 

 

:: Blogs do Parlamento

 

 

 

:: Cenários dum País

 

:: Cidade Surpriendente (A)

 

blog Coisas & Loisas

 

0009.GIF

 

 

 

:: Do Portugal Profundo

 

 

 

 

 

 

 

:: Formiguinha

 

 

 

 

 

:: Golpe de Vista

 

Grilinha

 

 

 

link.gif

 

 

 

:: Index Poesis

 

 

 

Jardim de Sonhos

 

:: Jornal Torre do Selo

 

 

 

 

 

 

 

:: Lado Esquerdo

 

:: Luzes do Tecto

 

 

 

:: Macua

 

Mudar o template

 

 

 

 

 

:: O Sabor das Palavras

 

 

 

:: Pedaços de Histórias

 

 

:: Pedaços de Mim

 

 

 

Pezinhos de la

 

:: Poesia Vadia

 

 

 

 

 

:: Ribeira de Pena

 

 

 

 

 

:: Sonhos Urbanos

 

 

 

:: Tinta Permanente

 

 

 

 

 

 

:: Voando sobre a Realidade

 

 

 

 

 

 

 

 

 


...:Copie Aqui o Meu Link:..

 

 

.pesquisar

 

.Fevereiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.posts recentes

. Chuveu, finalmente!

. Centro de Saúde de Odivel...

. Curiosidade...

. Vamos assinar!

. Museus

. Bom 2006

. ...

. ...

. Um mimo online!

. Quanto ao meu gatinho

.arquivos

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Agosto 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Eu vou nº 1

.Os animais são nossos amigos

gatos.jpg

 

ANIMAIS.jpg

 

GATO1.jpg

 

galinha1.jpg

 

 

 

 

blogs SAPO

.subscrever feeds