Terça-feira, 16 de Agosto de 2005

De volta à carga incendiária que assa esta País...

A quem serve isto?

A quem serve este inferno?

 


 

Esta imagem, dum homem em Boticas, Vila Real, lutando numa guerra desigual, foi retirada dum  jornal Panamiano online: o  Dia a Dia.  Aí também é referido o drama peninsular que afecta os haveres e suas gentes.

 

Muitos rios de conversa têm escorrido por entre os dedos e as gargantas de muita gente... Sim muitos rios! Agora, sequiosos, estão impotentes com tanta água que deixaram escoar para o mar.

 

Hoje vive-se num revoltado mar de chamas... Sem uma gota de precioso líquido para o sossegar.

 

Agora vemos saltar dos corpos rios de lágrimas... Que são apenas gotas de quem perdeu o seu amar.

 

Ou, vemos apenas gente, que de tão dorida, se encontra resignada por mais esta partida que a vida lhes pregou.

 

Assistimos de cadeira a todo este horrendo espectáculo que se tornou  um show televisivo  à hora do Jantar...

 

Alguns, conhecedores dos timings da reconstituição do seu património perdido, perderam já a esperança de qualquer renovação. E os outros? Sim e os outros, os vindouros? Como irão eles encarar tudo isto? Como vão encarar esta queima de património que seus pais herdaram de seus avós, que por sua vez haviam herdado dos seus bisavós e estes tinham herdado de seus antepassados... Era uma cadeia que agora se quebrou. Uma cadeia a qual, temo, esteja irremediavelmente perdida.

 

Nestas horas todos falamos de perda... Uma reacção semelhante àquela  que se tem perante a morte,  imergindo  sentimentos de perda, de dor ou simplesmente de resignação.

 

Todos nos reportamos a uma mancha verde que se esfumaça para o além e que, num passe de muita dor, transforma a nossa visão sensorial desnudada. Negra! Como se queséssemos ver, em todo horizonte, o esqueleto terrestre reduzido a cinzas. Como se a raiva fosse contra o chão que  pisamos. Quando afinal essa mancha verde era a seiva da NOSSA vida! Era a nossa riqueza, agora ao desbarato. 

 

A natureza veste o seu fragilizado solo com um manto  negro e, como qualquer viúva, chora seu marido e os seus filhos perdidos... esfumaça aqui e ali  réstias de dor. A sua manta morta volatilizou-se seus filhos (os animais) jazem carbonizados, feridos ou assustados com o inferno que desabou no habitat. A sua casa foi colhida pelo maior ladrão conhecido, o fogo, aquele que quando solto sorve tudo por onde passa leva, por vezes, até as paredes... para trás ficam anos e anos de uma luta dura de sobrevivência esfumaçada  num ápice de vida.

 

A quem interessa esta dor?

 

A quem interessa tamanha pobreza?

 

 

 
ncendios_urbanos.jpg
publicado por marce às 15:50
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 18 de Agosto de 2005 às 18:18
A quem interessa eu não te sei dizer.Mas tem de interessar a alguém.De há uns anos para cá é uma desgraça.Pessoas,animais que perdem a vida,bens,haveres...e todos nós perdemos uma coisa que era uma riqueza nacional.As nossas areas de floresta,que neste momento são simples paus queimados.Não me sai da cabeça que tem de haver muitos interesses em tanto incêndio. kaldinhas
(http://kaldinhas.blogs.sapo.pt/)
(mailto:kaldinhas@sapo.pt)
De diana a 13 de Fevereiro de 2007 às 11:58
esta frase é linda. por vezes não nos apercebemos da beleza que existe a nossa volta........

Comentar post

.Meu Perfil

 

Nome: Maricelper
Idade: heheh! Bem crescidinha...
Gosto de: Saborear as coisas boas da vida
Vivo: em Lisboa, Portugal
Objectivo deste BOLG: Escrever sobre as "coisas da vida"

 

 

 

 

 

 

 
 
Escreva-me!

bichos.bmp

 

 

 


referer referrer referers referrers http_referer

 

Outros Blogs

 

 

Sítios que Visito:

 

 

:: Alma(da) Nossa Terra

 

:: Alma de Poeta

 

:: Atrium

 

 

 

:: Blogs do Parlamento

 

 

 

:: Cenários dum País

 

:: Cidade Surpriendente (A)

 

blog Coisas & Loisas

 

0009.GIF

 

 

 

:: Do Portugal Profundo

 

 

 

 

 

 

 

:: Formiguinha

 

 

 

 

 

:: Golpe de Vista

 

Grilinha

 

 

 

link.gif

 

 

 

:: Index Poesis

 

 

 

Jardim de Sonhos

 

:: Jornal Torre do Selo

 

 

 

 

 

 

 

:: Lado Esquerdo

 

:: Luzes do Tecto

 

 

 

:: Macua

 

Mudar o template

 

 

 

 

 

:: O Sabor das Palavras

 

 

 

:: Pedaços de Histórias

 

 

:: Pedaços de Mim

 

 

 

Pezinhos de la

 

:: Poesia Vadia

 

 

 

 

 

:: Ribeira de Pena

 

 

 

 

 

:: Sonhos Urbanos

 

 

 

:: Tinta Permanente

 

 

 

 

 

 

:: Voando sobre a Realidade

 

 

 

 

 

 

 

 

 


...:Copie Aqui o Meu Link:..

 

 

.pesquisar

 

.Fevereiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.posts recentes

. Chuveu, finalmente!

. Centro de Saúde de Odivel...

. Curiosidade...

. Vamos assinar!

. Museus

. Bom 2006

. ...

. ...

. Um mimo online!

. Quanto ao meu gatinho

.arquivos

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Agosto 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Eu vou nº 1

.Os animais são nossos amigos

gatos.jpg

 

ANIMAIS.jpg

 

GATO1.jpg

 

galinha1.jpg

 

 

 

 

blogs SAPO

.subscrever feeds