Quarta-feira, 15 de Junho de 2005

A Paixão - Eugenio de Andrade


 

A Paixão

Levanto a custo os olhos da página;
ardem;
ardem cegos de tanta neve.
Faz dó esta paixão pelo silêncio,
pelo sussurro do silêncio,
pelo ardor
do silêncio que só os dedos adivinham.
Cegos, também



Donde vêm?
Donde vêm?
De que rosto, de que estrela?


Apenas uma arde no vento.
As outras, fico a ouvi-las
escorrer da pedra.


Apenas uma em silêncio brilha.
As outras mordem
um coração de homem.


Só prometido à terra.




in Poesia e prosa, O Jornal/Limiar, Lisboa, 1990.

publicado por marce às 20:36
link do post | comentar | favorito

.pesquisar

 

.Fevereiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.posts recentes

. Chuveu, finalmente!

. Centro de Saúde de Odivel...

. Curiosidade...

. Vamos assinar!

. Museus

. Bom 2006

. ...

. ...

. Um mimo online!

. Quanto ao meu gatinho

.arquivos

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Agosto 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Eu vou nº 1

blogs SAPO

.subscrever feeds